Master Data Management

Multi-Domain Master Data Management (ou Gestão de Dados Mestre Multi-Domínio)

Os últimos tempos foram positivos para o mercado de MDM: o mercado amadureceu, surgindo uma clara divisão entre as soluções de MDM oferecidas como parte de uma plataforma mais ampla e os fornecedores especializados. Por outro lado cada vez mais enfatizada a importância do MDM como parte de uma solução mais ampla, envolvendo a integração e a qualidade dos dados.

Assim, a importância do governo de dados é fundamental no sucesso dos projectos de MDM, embora ela não seja uma tecnologia em si, mas sim um conjunto de processos de negócios. Os dados mestre e de referência são parte integrante do ADN das empresas. Consistem num conjunto partilhado de identificadores, atributos e hierarquias que constituem cada transacção de negócio, como produtos, clientes, colaboradores, fornecedores, hierarquias e dados de referência.

Anteriormente, era comum as soluções de MDM pertencerem e serem governadas pelo departamento de TI e focarem-se sobre um domínio específico de dados mestre. Hoje em dia, as soluções de MDM multi-domínio são governadas colaborativamente, com os utilizadores de negócio, criando e aprovando dados mestre. Ter um ponto único de gestão para todos os dados mestre e de referência ajuda a sua organização a manter-se competitiva e em conformidade à medida que lida com aplicações, regulamentações e processos internos cada vez mais complexos.

Até agora, a única opção para tal era armazenar e gerir os dados de referência em bases de dados feitas à medida ou em folhas de cálculo, uma vez que o software de MDM disponível estava concebido apenas para dados de produto (PIM) ou de cliente (CDI).

Quais são então os desafios mais comuns em projectos de MDM?

- Visões inconsistentes dos dados utilizados por diferentes aplicações conduzem a incorrectas e inconsistentes métricas de negócio e inconsistentes relatórios.

- Múltiplas fontes para a mesma classe de dados podem causar confusões e representações inconsistentes dos dados de referência. Múltiplas visões da “verdade”.

- Pobre entendimento das fontes dos dados leva a que múltiplos sistemas actuem como dados de referência e mestre ou como pontos de distribuição, aumentando a complexidade e diminuindo a consistência.

- A ausência de governo de dados para os dados de referência e dados mestre significa que não há ownership, nem consistência para esses dados.

- Fluxos de dados complexos e pouco entendimento sobre as suas dependências.

E os benefícios?

- Elevada reutilização de dados.

- Uso de "verdadeiras" ferramentas de MDM para a gestão do ciclo de vida dos dados de referência.

- Redução do investimento em soluções de hardware personalizadas e onerosas.

- Acesso transparente aos dados.

- Semântica consistente.

- Estrutura de gestão de dados consistente.


Para conhecer mais sobre a nossa visão sobre o MDM, consulte este documento.